Linux Page History


Reinicializar

sudo shutdown -r now

Rodar como admininstrador

Informações sobre o porque de utilizar o sudo

Para criar pela primeira vez a senha root:

sudo passwd root

Para habilitar o login via terminal com o root, selecione aqui.

Inicialização do usuário

Editar localmente

sudo nano ~/.bashrc

Editar globalmente

sudo nano /etc/environment

Ativar modificações

sudo source ~/.bashrc

ou logar no terminal novamente

Variáveis de ambiente

Consulta

echo $NOME_DA_VARIÁVEL

Atribuir um valor localmente

Por exemplo: $COLUMNS=200

Atribuir um valor para todos

Por exemplo export COLUMNS="200"

Para saber o nome de seu dispositivo de rede

ls /sys/class/net

OpenSSH

Para instalar o openssh rode o comando:

apt-get install openssh-server

Configure a porta que o ssh irá acessar editando Port com o comando:

nano /etc/ssh/sshd_config

Reinicie o ssh com os comandos:

/etc/init.d/ssh stop
/etc/init.d/ssh start 

Libere a porta como já descrito nesta página.

Acesso cliente Windows

Instale a aplicação Putty e acesse.

Referências

SSH instalação e acesso

Configurar o acesso aos repositórios

Caso os seus repositórios não estejam sendo conectados, com por exemplo o comando apt-get update, faça o seguinte:

Veja qual é a versão do seu Ubuntu com o comando:

cat /etc/issue

Va para a pasta:

cd /etc/apt

Veja que existe um arquivo com o nome sources.list. Renomeie este arquivo:

mv sources.list sources.list.old

Vá no navegador para https://repogen.simplylinux.ch. Em Ubuntu Branches selecione Main - Officially supported software e Main Sources Repository. Em Ubuntu Updates selecione Updates - Recommended Updates e Updates Sources Repository. Selecione o botão Generate. Irá ser gerado um arquivo.

Edite o arquivo sources.list (novo).

nano sources.list

Cole o conteúdo neste arquivo. Salve e saia.

Veja por exemplo se está funcionando a atualização com o comando:

apt-get update

Para saber qual a versão de atualização:

apt list --upgradable

Para atualizar:

apt-get upgrade

Referência

Vídeo

Samba

Para instalar e transferir arquivos entre Linux e Linux/Windows com o Samba e WinSCP, selecione aqui

Configuração do servidor de banco de dados geográfico

Servidor Linux Debian versão 8.6.0 amd64. Para download selecione aqui

O tipo de seleção para instalaçãodo Debian foi o Graphical Install

Linguagem de instalação: English

Location: Other-South America-Brazil

Locale: United States - en_US.UTF-8

Keyboard: American Englishne

Nome do servidor: nexusLinux

Nome do domínio: nexusbr

Login: root

Senha: nexus243

Nome do usuário: Jose Maria Villac Pinheiro

Conta do usuário (username): pinheiro

Senha: nexus243

Relógio: São Paulo

Opção de utilizar todo o disco e todos os arquivos no mesmo disco. - Guided - use entire disk

Selecione a partição

All files in one partition

Gravar as alterações no disco: Sim

Selecione a opção de escanear todos os DVDs de instalação

Coloque os 3 DVDs para serem escaneados

Coloque o DVD 1 para continuar a instalação

Software selection: Debian desktop environment, Xfce, standard system utilities

Display manager: gdm

Boot device: /dev/sda

Ao logar pela primeira vez, logue com o usuário root e selecionar a opção de configuração padrão

Verificação do seu endereço ip atual

Entre com o comando:

/sbin/ifconfig

Reiniciar ou desligar pela linha de comando

Para reiniciar:

sudo reboot

Para desligar

sudo poweroff

Configuração do ip fixo

Vá ao diretório /etc/network

cd /etc/network

Edite o arquivo interfaces

gedit interfaces

Caso não possua interface gráfica:

nano interfaces

Altere com o número do seu ip fixo, como no exemplo abaixo:

source /etc/network/interfaces.d/*

auto eth0

iface eth0 inet static
        address 192.168.1.31 (aqui você entra o seu endereço ip)
        netmask 255.255.255.0
        network 192.168.1.0
        broadcast 192.168.1.255
        gateway 192.168.1.1 (entre o seu endereço ip do gateway, geralmente o endereço de seu roteador)
dns-nameservers 192.168.1.1 (caso seja este o seu servidor DNS)
post-up echo "nameserver 192.168.1.1" > /etc/resolv.conf (caso ele esteja sempre sobrescrevendo este arquivo e você não consiga dar mais ping www.google.com.br, por exemplo)

Pode vir a ser necessário reiniciar o Ubuntu.

Reiniciar a rede

Entrar com o comando:

sudo /etc/init.d/networking restart

Configurar portas

Adicionar uma porta

Para adicionar no Linux o acesso a uma determinada porta rode o seguinte comando:

iptables -I INPUT 1 -p tcp --dport 80 -j ACCEPT

onde 80 é o número da porta que deseja abrir.

Remover uma porta

Para remover uma regra de porta rode o seguinte comando:

iptables -D INPUT 5

onde 5 é o número da sequência que deseja remover.

Gravar acessos

Para tornar permanente os acessos rode o comando.

iptables-save

Este comando também apresentas as regras gravadas.

Para gravar definitivamente o acesso

Para sempre que realizar o boot do linux e as portas configuradas sejam carregadas, rode:

sudo iptables-save > /etc/iptables_rules

então edite o arquivo /etc/rc.local e adicione a seguinte linha ao mesmo:

/sbin/iptables-restore < /etc/iptables_rules

Mais informações selecione aqui

Apagar regras

Para apagar todas as regras rode o comando:

iptables -F

Listar regras

sudo iptables -L

Mais informações, selecione aqui

Acesso remoto

Instalação do acesso remoto

Para acessar remotamente o servidor Linux, instale no Linux Debian o xrdp com o seguinte comando:

apt-get install xrdp

Acesso do Linux a partir do Windows

Para acessar do Windows o servidor Linux abra o Remote Desktop do Windows e digite o número do endereço IP da máquina Linux. O acesso será realizado.

Obs.: O acesso é realizado através da porta 3389

Alteração do número da porta

Para alterar o número da porta edite o arquivo abaixo com o comando:

gedit /etc/xrdp/xrdp.ini

Então altere o número da porta no mesmo, em nosso exemplo foi alterado para 3412:

[globals]
...
port=3412
...

[xrdp1]
name=customsessionname
lib=libvnc.so
username=myusername
password=ask
ip=127.0.0.1
port=-1

Reiniciando o servidor de terminal

Após alterar a porta é necessário reiniciar o xrdp, para isso rode os comando abaixo para parar o serviço:

xrdp -kill

em seguida reinicie o serviço xrdp com o comando:

xrdp

Habilitar autocomplete no xfce do Delph

  1. Abra o Xfce Application Menu > Settings > Window Manager

  2. Clique em Keyboard Tab

  3. Limpe o conteúdo de Switch window for same application setting

Mais informações selecione aqui

Como encontrar um arquivo no Linux

Para encontrar todos os arquivos em um determinado diretório:

find . -type f -name "*.php"

Para encontrar todos os arquivos no diretório atual:

find . -type f -name tecmint.php

Para encontrar todos os arquivos executáveis:

find / -perm /a=x

Mais informações, selecione aqui

Configurações iniciais do Linux Debian

O arquivo **.bashrc* é um local onde você pode configurar variáveis, funções e apelidos. Cada vez que um terminal é aberto, ele é rodado. Para editar o mesmo rode o comando:

gedit ./root/.bashrc

Adição de caminho para Terminal Linux

Caso deseje adicionar um caminho para quando abrir um terminal Linux ele seja disponibilizado, você pode editar o arquivo .bashrc e adicionar a seguinte linha:

export PATH=$PATH:/usr/local/sbin:/usr/local/bin:/usr/sbin:/usr/bin:/sbin:/bin

Para visualizar o path no terminal rodar o comando:

echo $PATH

Acentuação

Selecione aqui

Configuração do teclado para Português no Ubuntu

setxkbmap -model abnt2 -layout br

Depois adicione este comando localmente ou globalmente.

Configuração para Português

Edite o arquivo:

gedit /etc/locale.gen

e retire os comentários das linhas:

pt_BR ISO-8859-1
pt_BR.UTF-8 UTF-8

Em seguida rode os comandos:

apt-get update

apt-get install locales 

locale-gen

dpkg-reconfigure locales

Interface Windows para administração de máquinas Linux

A seguir são apresentadas informações de como instalar uma interface Web em sua máquina Windows para poder administrar remotamente máquinas Linux com a utilização de uma interface amigável.

Instruções de instalação

  1. Faça o download da versão Windows do Webmin selecionando aqui
  2. Vá até a página com as instruções de como instalar o Webmin, selecione aqui
  3. Em nosso caso como o Perl já estava instalado é necessário instalar o Active Perl apenas, para verificar o que está instalado e link de download do que falta, selecione aqui
  4. Instale o Active Perl 5.8.8 (não encontrada este instalável, suspensa as instruções de instalação no momento, para verificação de outro procedimento)

Acesso

Para acessar a interface de administração do Linux via Web, acesse o seguinte endereço:

https://10.10.50.2:10000

e entre com o seu login e senha

#FTP Instruções para configurar o servidor FTP


Last edited by José Maria Villac Pinheiro