Ir para o conteúdo

 Voltar a 00. Instalaç...
Tela cheia

PROBLEMAS COM LEITOR DE CODIGO DE BARRA - MÓDULO BIBLIOTECA

12 de Janeiro de 2010, 18:18 , por Desconhecido - | Ninguém seguindo este artigo por enquanto.
Visualizado 407 vezes

BOA TARDE, ESTAMOS IMPLANTANDO O MODULO BIBLIOTECA DO E-CIDADE, POIS APARECEU UM PROBLEMA, QUE AO USAR O LEITO DE CODIGO DE BARRA (BEMATECH - BR-310) PARA QUALQUER PESQUISA. APÓS O NUMERO SER ENVIADO O E-CDADE FECHA E ABRE OUTRO BROWSER DO FIREFOX. QUANDO DIGITAMOS O NUMERO MANUALMENTE, ISSO NÃO ACONTECE.

 

JOSÉ MARIA - ADM DE REDES DA PREFEITURA MUNICIPAL DE MARITUBA.

Autor: JOSÉ MARIA BARBOSA DOS REMÉDIOS


1Um comentário

  • 9dc16371e017d1825f15c682e16e5917?only path=false&size=50&d=404JOSÉ MARIA BARBOSA DOS REMÉDIOS(usuário não autenticado)
    14 de Janeiro de 2010, 17:39

     

    Boa tarde,

     

    A Solução é configurar o Leitor, usando o Manual que vem com leitor, configurar para após a digitação do código de barra, em vez de enter, enviar com TAB.

    Fizemos dessa forma e funcionou perfeitamente.

     

    obrigado. ( José Maria e Jean) - Prefeitura Municipal de Marituba.

SGE e Portal Educação são lançados em solenidade no auditório da Prefeitura Municipal de Dias d'Ávila

3 de Outubro de 2016, 13:00, por Ione Oliveira

Aconteceu na manhã desta terça-feira (27) a solenidade de lançamento do Sistema de Gestão Educacional (SGE) e do Portal Educação, no auditório da Prefeitura Municipal de Dias d'Ávila, frutos do comprometimento da Secretaria Municipal de Educação (SEDUC) em agilizar e otimizar a gestão educacional da cidade com uso das inovações tecnológicas.

O secretário de educação Marcelino Almeida abriu o evento ressaltando a importância da implantação do SGE e do Portal Educação na rede municipal de ensino, “que facilitará o acompanhamento completo das atividades de toda a secretaria, desde a parte administrativa até a produção de conteúdos pelos professores e alunos, além de oferecer aos pais diversos serviços através da internet como matrículas, histórico escolar e transferências, evitando-se assim o deslocamento até as escolas e as conseqüentes filas”.

Em seguida, os representantes da JCL Tecnologia (vencedora da licitação) Leonardo Melo, Ana Paula Almeida e Carlos Botelho apresentaram a empresa e sua experiência em criação de softwares (programas de computador) para órgãos públicos, além de resumir as principais funcionalidades do SGE (acompanhamento de notas, matrículas online, histórico escolar, transferência escolar, gerenciamento dos professores, acervo da biblioteca, etc) e do Portal Educação (que é um ambiente colaborativo e interativo entre professores e alunos, abrangendo as funcionalidades das redes sociais como conexões de amizades, grupos temáticos, postagens, mensagens privadas e fóruns de discussão).

O projeto está em sua primeira fase, que consiste na implantação do SGE nas escolas municipais Altair da Costa Lima, Anfrísia Santiago e Luiz Sande, com previsão de atender todas as unidades escolares a partir de 2016. Já o Portal Educação está concluindo todos os testes de funcionalidade, para posterior divulgação do endereço eletrônico da página para as escolas.

A solenidade contou com a presença de Geraldo Requião (Vice-prefeito), Marcelino Almeida (Secretário de Educação), Tina Costa (Secretária de Administração), Justino Francisco (Secretário de Governo), coordenadores pedagógicos, diretores escolares e professores.



Fórum de Debate Eleições 2012

23 de Junho de 2016, 8:18, por Ione Oliveira

Nova imagem 1



Seduc apresenta E-Cidade

23 de Junho de 2016, 8:07, por Ione Oliveira

Profissionais da Secretaria da Educação de Camaçari (Seduc) e secretários municipais conheceram nesta segunda-feira (13/09), o módulo de educação do sistema E-Cidade. A apresentação foi realizada no auditório da Prefeitura.

O E-cidade é um software público de gestão municipal composto pelos módulos educação, saúde, financeiro, tributário, patrimônio e RH, que podem ser adaptados à realidade e a necessidade da administração.

Segundo o secretário da Educação, Valter Lima, o sistema foi implantado recentemente e ainda está em fase de testes, mas a expectativa é que a nova ferramenta reduza custos operacionais e aumente a eficiência administrativa da Secretaria.

A redução de custos já é uma realidade. De acordo com Jean Miranda, assessor de Tecnologia da Informação da Seduc, o custo para desenvolver um software semelhante ao módulo de educação do E-Cidade é de R$ 2 milhões. No entanto, a Prefeitura investiu R$ 144 mil em consultoria para adequar o programa às necessidades da Seduc.

As adaptações foram feitas em parceria com a equipe da Coordenadoria Central de Tecnologia e Gestão da Informação (CCTGI) da Prefeitura e a Assessoria de Tecnologia da Informação da Seduc, com suporte da empresa de consultoria JCL Tecnologia.

O E-Cidade está implantado na Seduc desde maio e já foi estendido para 68 das 90 escolas municipais.

O secretário da Administração, Ademar Delgado, reforçou que o software público oferece várias vantagens, como o segurança, custo baixo, autonomia, além de possibilidade de realizar adaptações.

“Esta é uma ferramenta fantástica, que permite um salto qualitativo na área de tecnologia da informação”, disse Ademar Delgado.

Também participaram da apresentação os secretários da Fazenda, Paulo César Gomes e da Infraestrutura, Everaldo Siqueira, além de Luciano Sacramento, presidente da Associação Comercial e Empresarial de Camaçari (Acec) e Pedro Failla, presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Camaçari (CDL).

O E-Cidade é disponibilizado pelo governo federal para todos os municípios brasileiros através do portal www.softwarepublico.gov.br



Treinamento E-CIDADE para Secretários Escolares e Monitores

23 de Junho de 2016, 8:02, por Ione Oliveira

 



Curso On line Módulo Pessoal e-cidade

23 de Junho de 2015, 14:02, por Desconhecido

Autor: Luciano Neres